PUBLICIDADE
chiquinho
chiquinho

Agropecuária é o motor na maioria dos municípios que mais crescem no Paraná

PUBLICADO DIA: 14/03/2017
POR: Portal Rancho
Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestTweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

MilhoNo grupo dos 100 municípios paranaenses cujas economias mais cresceram nos últimos anos, 68 apresentam participação da agropecuária no Produto Interno Bruto (PIB) municipal acima de 20%.
Os dados são de um levantamento do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), com base nos números do Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios, medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os números abrangem o período de 2010 a 2014 (dado mais recente disponível).
Do total de 100 municípios, 20 apresentam peso do setor primário entre 10% e 20% e apenas doze registraram, em suas estruturas econômicas, participação da agropecuária inferior a 10%. “Nos últimos anos, o setor primário teve participação significativa na melhora da economia, especialmente no Interior, mesmo com o cenário de crise econômica” diz Julio Suzuki Júnior, diretor presidente do Ipardes.
DESTAQUES – A produção de grãos, como soja, milho e trigo, a pecuária (principalmente a avicultura), as lavouras de cana-de-açúcar e a silvicultura foram destaques nos municípios, de acordo com o Ipardes. A agropecuária continua a ser um dos setores principais para o desenvolvimento do Estado. Dos 399 municípios do Paraná, 144 têm mais de 50% das economias vinculadas à agropecuária.
A forte presença das cooperativas, a produtividade nas lavouras e o apoio do Estado na forma de financiamento, pesquisa e assistência técnica fizeram do Paraná um dos mais competitivos do País na área de agropecuária.
De acordo com Suzuki Júnior, além do aumento da produção, os preços ajudaram a movimentar a economia das pequenas cidades. “A renda do campo se multiplica, com efeitos positivos também sobre o comércio e os serviços”, diz.
PROJEÇÃO – Apesar de o ano passado ter sido ruim para o setor agrícola no Estado, com quebra de safra, a previsão é de que agropecuária volte a crescer e a movimentar os municípios nesse ano. A previsão do Ipardes é de um avanço de, no mínimo, 6,2% no PIB da agropecuária no Estado em 2017.

PUBLICIDADE
© COPYRIGHT 2015 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Portal Rancho