PUBLICIDADE
chiquinho
chiquinho

Execução do “rei da fronteira” acende barril de pólvora na divisa Brasil-Paraguai

PUBLICADO DIA: 16/06/2016
POR: Portal Rancho
Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestTweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Jorge Rafaat Toumani, conhecido como o “rei da fronteira”, foi executado com vários disparos após cair em uma emboscada no início da noite desta quarta-feira (15), em Pedro Juan Caballero, na fronteira seca com a brasileira Ponta Porã, a 363 km de Umuarama.
Rafaat foi condenado em 2014 por tráfico de drogas no Brasil mas seguia em liberdade no país vizinho, onde desfrutava de grande poder e notoriedade.
A morte de Rafaat desencadeou um clima de guerra na cidade paraguaia. Hospitais teriam sido invadidos por criminosos para “terminar” a execução de feridos.
Vídeos amadores mostram veículos blindados do Exército vizinho em manobras na linha reta de fronteira com o Brasil.

 

 

 

 
No final da noite, o ministro do Interior, Francisco de Vargas, disse que por enquanto a competência para cuidar do caso é da Polícia Nacional, que destinou mais de 1.000 homens para restabelecer a paz na região. O uso da força militar, porém, não está totalmente descartado.
Empresas de Rafaat, como lojas e uma universidade de Medicina, onde estudam vários brasileiros, foram alvejadas a tiros. Não há informações de feridos nesses locais.
O hospital onde algumas das vítimas receberam socorro teria sido invadido por homens de Rafaat, que começaram a atirar em médicos e enfermeiros após o comunicado da morte do traficante.
O crime892-573-1373972 birouko 862-573-1373975 phoo phoo2 phoo3
A execução ocorreu em uma rua do Centro de Pedro Juan, perto do Mercado Municipal da cidade. Rafaat seguia em uma Hammer blindada. O veículo foi atingido por armamento calibre 50, usado em táticas antiaéreas pelas Forças Armadas.
A arma vinha acoplada na parte traseira de uma camionete Toyota Hilux SW4, onde estavam os executores de Rafaat. Como os seguranças dele reagiram, houve tiroteio e pelo menos sete pessoas de ambos os grupos ficaram feridas. Um deles seria agente da polícia local. Fala-se em pelo menos 250 tiros deflagrados.
Vídeos captados pela vizinhança com aparelhos de celular mostram o momento do tiroteio.
Ao jornal ‘ABC Color’, com sede na capital Assunção, o ministro De Vargas disse que a morte de Rafaat pode estar relacionada à guerra com o narcotraficante preso Jarvis Pavao, que está preso, ou com a inimizade com o atual presidente do Congresso do País, o senador Roberto Acevedo.
Condenação
Conhecido também por organizar promoções de compras em Pedro Juan, entre elas o congelamento da cotação do dólar, Jorge Rafaat foi condenado por vários crimes em abril de 2014 a 47 anos de prisão e pagamento de multa de R$ 403,8 mil pela Justiça Federal em Ponta Porã.
Aviões, veículos, fazendas e outros imóveis também foram sequestrados pela Justiça Federal.

*obemdito

PUBLICIDADE
© COPYRIGHT 2015 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Portal Rancho